Monday, May 12, 2008


1. No final a família morre com um machado e à machadada. Na praça dos poveiros, de manhã, um a um.
2. A substituição é difícil. Prolongar o livro era possível se eu pegasse nos apontamentos a lápis e nas “orelhas”. Mas está na hora de passar para outro.
3. Quando se faz uma troca de uma coisa ou situação por outra coisa ou situação tem que ser para melhor, mas às vezes não há alternativa: a troca foi feita naturalmente e só nos damos conta mais tarde. Por isso, se não é, há que tornar melhor. O que quero dizer é que se seguiram cinco pequenos livros e que um deles me deixou realmente mal disposta porque não estava preparada. Só pode ter sido a melhor troca (reconheço isso agora) porque é irritante o suficiente para que o odeie, para que tenha enviado a sua autora para o c^___, para que o livro arda no inferno dos livros...Desde o início: eu estava convencida que ia gostar de o ler, mas adivinhava ali qualquer coisa de assustador. Foi escrito em 1977, por uma mulher portuguesa completamente angustiada e doidinha.
4. A verdade é que tenho medo que ela se ria de mim por eu (como leitora) não conseguir encontrá-la. Porque é sobre isso, ou é isso, um exercício de literatura em si mesmo: camadas sobre camadas que vêm da literatura universal, da história da própria autora e de vidas emprestadas.
5. A Teresa sete anos depois não mudou nada. Trocou as vacas pelos cães e vive perto de Coimbra onde o polén nem sempre provoca alergia. Conspiramos como tinha que ser e porque estávamos quase entediadas de estar por ali a engolir sapos. - A dedicatória que deixaste na publicação que eu te comprei é brilhante e na altura não dei conta que estavas a escrever o episodio que se tinha passado na sala ao lado uns minutos antes. Na sala da tua exposição, exactamente. “Desenhas mal ou é porque és gaja ---^----!?”
6. A Teresa não é vegetariana porque às vezes gostava de morder pessoas – disse-me a própria.
7. Na viagem de regresso – não tenho estado cá, aliás, eu não vivo cá, segundo diz a minha irmã – revi a Teresa nas coisas que trouxe comigo. Era papelada antiga que eu já tinha desde o final dos anos 90, mas que agora fazia outro sentido. - Espero que ainda sejas capaz de aproveitar a atenção que te dão depois de tantos anos à margem de uma margem que não reconhece o tamanho minúsculo que tem e que aos meus olhos sabe ser e manter-se bastaste insignificante.
8. A economia do artista, preocupa o artista.
9. Deveria preocupar também os não-artistas porque nunca sabem o que um dia lhes pode acontecer.
10. Alguém se lembra de ter visto cabeças de pedra? Colecciono-as.

1 comment:

Hilário Godinho said...

Peço Asilo Político, Je demande Asile Politique, Ich verlange politisches Asyl, I ask for Political asylum
------------------------------------------------------------------------------------------------------
Resistência Portuguesa Militar e Civil Anti Pide/D.G.S.E. -----

Liberdade, Democracia, Justiça, Imprensa, Direitos Humanitários. Sim.
Ditaduras, PIDE/D.G.S.E., Tortura, Fome, Corrupção. Não Obrigado.
Peço Asilo Político, Dinheiro, Doente e Invalido com Fome em Tribunal com Dívidas.
Enviar dinheiro para a Anti Pide/D.G.S.E..
Sr. Godinho --- Dornacherstrasse, 245 --- CH 4053 Basel --- Suisse. -----

Se não pode impôr a paz, pode convencer pelo exemplo. -----

Peço Asilo Político. -----

Donativos para a Resistência Portuguesa Militar e Civil Anti Pide/D.G.S.E..
Hilário Vicente Rosa Godinho --- Conta de Épargne UBS CHF --- Nº conta 233-691451.M1F --- Nº de cliente 233-691451 --- Iban CH21 0023 3233 691451M1F --- SWIFT Adresse (BIC): UBSWCHZH80A --- UBS AG --- Postfach, CH 4053 Basel --- Suisse. --- Ou ---
Sr. Godinho --- Dornacherstrasse, 245 --- CH 4053 Basel --- Suisse. ---
Telefone: 0041 765 450 994. Comuniquem na Imprensa Mundial. Eu falo Português, E também Francês. -----
------------------------------------------------------------------------------------------------------
Peço Asilo Político, Je demande Asile Politique, Ich verlange politisches Asyl, I ask for Political asylum
------------------------------------------------------------------------------------------------------
Résistance Portugaise Militaire et Civil Anti Pide/D.G.S.E. -----

Liberté, Démocratie, Justice, Presse, Droits Humanitaires. Oui.
Dictatures, PIDE/D.G.S.E., Torture, Faim, Corruption. Non Merci.
Je demande Asile Politique, l'argent, le malade et l'invalide avec la faim devant le tribunal avec des dettes.
Envoyer argent pour l'Anti Pide/D.G.S.E..
Mr. Godinho --- Dornacherstrasse, 245 --- CH 4053 Basel --- Suisse. -----

Si ne peut pas imposer la paix, peut convaincre par l'exemple. -----

Je demande Asile Politique. -----

Donations pour la Résistance Portugaise Militaire et Civil Anti Pide/D.G.S.E..
Hilário Vicente Rosa Godinho --- Compte d'Épargne UBS CHF --- Nº de compte 233-691451.M1F --- Nº de client 233-691451 --- IBAN: CH21 0023 3233 6914 51M1F --- SWIFT Adresse (BIC): UBSWCHZH80A --- UBS AG --- Postfach, CH 4053 Basel --- Suisse. --- Ou ---
Mr. Godinho --- Dornacherstrasse, 245 --- CH 4053 Basel --- Suisse. ---
Téléphone: 0041 765 450 994. Communiquent dans la Presse Mondiale. Je parle Portugais, Et aussi Français. -----
------------------------------------------------------------------------------------------------------
Peço Asilo Político, Je demande Asile Politique, Ich verlange politisches Asyl, I ask for Political asylum
------------------------------------------------------------------------------------------------------
Widerstand Portugiesisches Militärisches und Zivilist Anti Pide/D.G.S.E. -----

Freiheit, Demokratie, Justiz, die Presse, Humanitäre Rechte. Ja.
Diktaturen, PIDE/D.G.S.E., Tortur, Hunger, Bestechung. Nein Danke.
Ich verlange politisches Asyl, das Geld, Kranke und Invalide mit dem Hunger vor dem Gericht mit Schulden.
Senden Geld für Anti Pide/D.G.S.E..
Herr. Godinho --- Dornacherstrasse, 245 --- CH 4053 Basel --- Schweiz. -----

Wenn nicht aufdrängen kann der Frieden, kann durch das Beispiel überzeugen. -----

Ich verlange politisches Asyl. -----

Schenkungen für den Widerstand Portugiesisches Militärisches und Zivilist Anti Pide/D.G.S.E..
Hilário Vicente Rosa Godinho --- Compte d'Épargne UBS CHF --- N° des Kontos 233-691451.M1F --- Nº des Kunden 233-691451 --- IBAN: CH21 0023 3233 6914 51M1F --- SWIFT Adresse (BIC): UBSWCHZH80A --- UBS AG --- Postfach, CH 4053 Basel --- Schweiz. --- Oder ---
Herr. Godinho --- Dornacherstrasse, 245 --- CH 4053 Basel --- Schweiz. ---
Telefon: 0041 765 450 994. Teilen in der weltweiten Presse mit. Ich spreche Portugiesisch, Und auch Französisch. -----
------------------------------------------------------------------------------------------------------
Peço Asilo Político, Je demande Asile Politique, Ich verlange politisches Asyl, I ask for Political asylum
------------------------------------------------------------------------------------------------------
Resistance Portuguese Military and Civil Anti Pide/D.G.S.E. -----

Freedom, Democracy, Justice, The Press, Humane Rights. Yes.
Dictatorships, PIDE/D.G.S.E., Torture, Hunger, Corruption. Not Thank You.
I ask for Political asylum, Money, Sick and Invalid with Hunger in Court with Debts.
To send money for the Anti Pide/D.G.S.E..
Sir. Godinho --- Dornacherstrasse, 245 --- CH 4053 Basel --- Suisse. -----

If it can not impose peace, can convince by example. -----

I ask for Political asylum -----

Donations for the Resistance Portuguese Military and Civil Anti Pide/D.G.S.E..
Hilário Vicente Rosa Godinho --- Account of Épargne UBS CHF --- Nº of account 233-691451.M1F --- Nº of customer 233-691451 --- IBAN: CH21 0023 3233 6914 51M1F --- SWIFT Adresse (BIC): UBSWCHZH80A --- UBS AG --- Postfach, CH 4053 Basel --- Switzerland. --- Or ---
Sir. Godinho --- Dornacherstrasse, 245 --- CH 4053 Basel --- Suisse. ---
Telephone: 0041 765 450 994. Communicate in the World Press. speak Portuguese, And also French. -----

http://pide1.spaces.live.com/