Thursday, November 26, 2009

1000-1

Especial Inverno


1.
Todos vocês que possam querer reflectir (opinar e tomar posições) sobre o Museu não podem ir ao Museu, nada disso, nã, nã. Há policias à porta. Nem expor. Nem sair com as pessoas que trabalham lá. Nem nada. E para manter alguma lucidez também não devem ir aos debates, nem do Hal e nem do Benjamin. Em prol da estratégia “vigia e pune”. (milhares de gargalhadas)
(Aliás, conheço quem vos guie se precisarem de orientação)
2.
O optimismo é o primeiro item de qualquer bom manifesto.
O humor é genial.
3.
Ontem tive um curto circuito cá em casa porque uma nossa visita viu-se à rasca e cortou a ficha que ligava um aquecedor à tomada com uma tesoura. Quando cheguei a casa encontrei-a feliz e animada como se fizesse anos. Saiu-lhe a sorte grande.
4.
Estremeço de frio e na realidade os lugares quentes demasiado confortáveis chateiam-me. Isso é que é - passear à noite no Inverno. Estar numa esplanada a sentir as costelas a não se entenderem com as vértebras.

5.
Mas o melhor mesmo do dia de ontem e hoje foi ficar a olhar para as 1000 mensagens que depositei aqui e chorar.

2 comments:

L said...

É uma sorte que não te digam para iniciares uns atentados à bomba contra o museu, em prol da "coerência absoluta".

e parabéns!

Anonymous said...

but comêr marisco para o museu ,mas daquele grande que nao lembra ao sr gabriel